Dr. André Pimentel

QUE BICHO É ESSE?

Esta semana, o Zootecnista André Pimentel fala sobre os problemas enfrentados na criação das abelhas.
O Programa vai ao ar todos os dias às 7h, com reprise às 19h, na Rádio Web Agroecologia.
Inscreva-se no nosso canal do Youtube em:
https://www.youtube.com/watch?v=h-8uv-39fPM
Curta a nossa página no fecebook em:
https://www.facebook.com/radiowebagroecologia/videos/429612924381888/

Principais problemas enfrentados pelas abelhas na atualidade

1. Desconhecimento
As abelhas são insetos importantes para a nossa sobrevivência, no entanto para a maioria das pessoas só conhecem apenas uma espécie que é a Apismelliferaque é a “tão famosa” abelha europeia ou “africana”, nossa Apismellifera na verdade é um híbrido entre abelhas europeias e africanas. No Brasil existem mais de 300 espécies eussociais e muitas outras tantas abelhas solitárias que ajudam a polinização e perpetuação das espécies de plantas nativas e exóticas. Muitas vezes as abelhas estão em nossas residências, e que por ignorância acabam por serem exterminadas.

2. Desmatamento
Diferente das Apis, as abelhas nativas quando estão alojadas em árvores ou melhor quando a rainha está fisiogástrica (madura sexualmente e fazendo as posturas) ela perde a capacidade de voo, e, portanto, fica “presa” nos locais de nidificação. Quando ocorre a derrubada de alguma árvore, e nesta contendo um enxame, todo o ninho fica condenado a morte, se não forem removidos para alguma caixa racional. Da mesma forma, incêndios florestais podem levar ao extermínio de todo o enxame.

3. Caça predatória
Aproveitando de desmatamentos ou mesmo causando, o homem deteriora os ambientes, levando a retirada de enxames nativos ou surrupiando os produtos das abelhas, deixando-as abandonadas a sua própria sorte, que muitas vezes levam ao seu extermínio ou extinção. Os famosos meleiros, além de destruírem enxames coletam matérias de forma inadequada e com falta de higiene, levando o risco de contaminação dos produtos aos consumidores.
4. Agrotóxicos
O uso de agroquímicos em uso indiscriminado, além de prejudicar a saúde das pessoas, levam ao declínio de insetos e outros animais importantes na polinização. Vale ressaltar que todas as abelhas são cometidas com o mau uso, no entanto, as abelhas Apismellifera são as mais prejudicadas, tendo em vista que são mais generalistas e mais utilizadas no agronegócio. As nativas também são atingidas, mas por estarem mais próximas de matas e florestas, estas estão mais protegidas.
5. Falta de abrigos
Devido ao desmatamento e queimadas nas florestas, as abelhas nativas são obrigadas a buscar refúgios em outras moradias, muitas vezes em frestas de muros e paredes, garrafas, móveis, ou qualquer material que elas sintam abrigadas. Nas cidades é um problema, devido aos locais que as Apismellifera acabam achando como abrigo. Esta abelha nas cidades, acabam se tornando um problema de segurança pública, pois nidificam em locais de difícil acesso além de poder causar graves acidentes nas pessoas, podendo até levar a óbito.

6. Ambientais
Não devemos esquecer das questões ambientais. As mudanças climáticas têm causado problemas como estiagens prolongadas e/ou períodos longos de chuvas, período chuvoso em épocas inesperadas etc. Com isso, as abelhas acabam morrendo de fome ou mesmo devido as intemperes. As abelhas Apis quando não morrem, acabam por migrarem para lugares com maior oferta de ambiente e abrigo.

7. Modismo
Existe pessoas que são colecionadores de abelhas, mas pouco sabem como criar. É perigoso porque acaba trazendo abelhas de outros biomas, que acabam por não se adaptarem, levando a morte do enxame. As abelhas por não se adaptarem, as vezes acabam levando a fama de “abelhas pouco produtivas” quando na verdade estão alojadas em ambientes inadequados.

Outras Notícias

QUE BICHO É ESSE?

Abelha rústica e resistente, a Plebeia sp. é uma abelha social, pertencente à subfamília dos meliponíneos. É conhecid...

EM SINTONIA COM A NATUREZA

O professor de Geografia da UFPE, Cláudio Ubiratan, fala sobre o 9° Simpósio Internacional de Geografia Agrária qu...