O programa Sustentáculo vai ao ar às 11 h, com reprise às 23 h.

Espécie humana põe em risco uma nova era geológica

O professor José Eli da Veiga avalia que a espécie humana coloca em risco a continuidade do funcionamento de muitos dos sistemas biogeoquímicos, que permitiram que a Terra e a vida coevoluíssem por todo esse tempo. “O Antropoceno se contrapõe ao Holoceno, que durou cerca de 11 mil anos, e que permitiu o processo civilizador na Terra”, analisa o colunista.

Como a espécie humana vem comprometendo a integridade da biota terrestre, é preciso que se pense numa nova classificação do tempo geológico.

No encontro ocorrido no Instituto de Estudos Avançados (IEA), na última terça-feira, verificou-se a importância do tema para todas as áreas do conhecimento, mas a conversa se concentrou no que se refere ao debate científico.

O professor lembra que os interessados no tema podem acessar o site do IEA para terem acesso à conversa na íntegra. “Trata-se de um assunto que ainda renderá muito nos próximos anos”, afirma o colunista. O encontro Conversando sobre o Antropoceno foi coordenado por Eli da Veiga e contou com a participação da geoquímica Sonia Maria Barros de Oliveira, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, e do jornalista Reinaldo José Lopes, editor de Ciência do jornal Folha de S. Paulo.

Ouça a coluna na íntegra.

Outras Notícias

Assim é a ‘sopa de plástico’ que asfixia o mundo

Plastiglomerado. Esse é o nome oficial de um novo mineral que não existia antes na natureza, mas agora se tornou freq...

Justiça suspende reintegração de posse de área ocupada por indígenas no norte da Bahia

Justiça Federal revogou a decisão que determinou a reintegração de posse de um terreno localizado às margens do Rio S...